Menu de Navegação

Tricolores desabafam após novo revés: "A bola não entra"


O momento é muito ruim. Com mais um vexame no Campeonato Brasileiro da Série B, o Santa Cruz está afundado na zona de rebaixamento. A derrota para o América/MG por 1x0, neste sábado (7), no Arruda, foi um duro golpe. Agora, são quatro jogos sem vitórias, com uma sequência de duas derrotas consecutivas e dois empates, e cinco pontos para sair do Z4. Incomodados com a situação desesperadora a dez rodadas do fim, os jogadores corais se queixaram da falta de sorte.

O lateral direito Nininho ressaltou a infelicidade do time, que sofreu o gol do revés quando estava melhor na partida. “Estamos numa fase que a bola não entra. O adversário chega lá e faz o gol, mas não podemos desistir. Temos que trabalhar, até porque na próxima semana temos um jogo difícil contra o Figueirense e temos que vencer”, declarou o prata da casa.
Wellington Cézar fez coro ao companheiro, mas acredita que é possível sair da lama. “A gente fica triste. Tivemos uma semana dura de trabalhos e acabamos perdendo. A bola passa perto, mas quando o adversário chega, faz. Ainda tem muito campeonato. A torcida tem cobrado resultados, mas temos que ter paciência. Vai dar tudo certo”, comentou.

O zagueiro Guilherme Mattis lamentou o tropeço dentro de casa. Para ele, não é a hora de jogar a toalha. “Tínhamos que propor o jogo e sabíamos que correríamos riscos. O menino (Matheusinho) teve a felicidade no chute e perdemos. Faltam 10 jogos e precisamos de 50% de aproveitamento para escapar da queda. Enquanto depender de nós, temos que acreditar. Se desistir é pior”, finalizou.
Banner

Posta Comentarios: