CATEGORIAS

Recentes

Destaques

Menu de Navegação

Com cachê de R$ 80 mil, Joelma não decola em carreira solo


Joelma tem sido vista em vários programas de televisão, seu nome continua em evidência depois da separação, mas fazer show que é bom... O fato é que a carreira solo da cantora definitivamente não decolou, e ela tem feito uma média de apenas três apresentações por mês.

A agenda praticamente vazia fez com que seu empresário Pedro Mota abandonasse a função de vender seus shows — agora ele cuida só da parte artística — e repassassou a missão para a empresa A3, de Fortaleza. “É mais fácil emplacar Joelma em festivais com outros artistas do que em shows únicos. Ela ainda faz sucesso na mídia, tem muitos fãs pelo Brasil, mas não vende ingresso”, entrega uma fonte.

Na época do auge da Calypso, Joelma e Ximbinha, seu ex-marido, chegavam a cobrar de R$ 300 mil a R$ 500 mil de cachê. Atualmente, a cantora vale muito menos do que a metade. O valor de sua apresentação no mercado nacional em crise é de R$ 80 mil. Joelma ainda tem tido dificuldade de manter seus funcionários, como músicos e bailarinos, por conta da baixa procura.

Ximbinha não paga prensa de DVD

Não é apenas a carreira de Joelma que vem enfrentando problemas no mercado nacional. A de Ximbinha, com x há um ano (antes era Chimbinha), dizem algumas línguas, acabou! Pois é, o ex de Joelma até chegou a gravar um DVD intimista em outubro de 2016, em Belém, onde mora. Passados cinco meses, no entanto, o trabalho sequer chegou às lojas. E ninguém sabe dizer por quê.

Mas o EXTRA descobriu que por motivos de calote o público do artista não terá tão cedo acesso ao disquinho. Ximbinha não pagou a empresa que deveria prensar os DVDs. Além disso, a agenda de shows do guitarrista é quase inexistente. De acordo com uma fonte da coluna, não há nem pedidos de datas para que Ximbinha se apresente. Puxado.
Banner

Posta Comentarios: