CATEGORIAS

Recentes

Destaques

Menu de Navegação

Comércio do Recife registra prejuízo nas vendas em dia de protesto





O comércio do Centro do Recife já começou a contabilizar os prejuízos desta sexta-feira (28), com a Greve Geral, deflagrada em todo país, contrária às mudanças na previdência e às leis trabalhistas, propostas pelo Governo Federal.

Já passava das 10h desta sexta-feira (28) quando a reportagem da Folha de Pernambuco passou pela rua Nova, no bairro da Boa Vista, uma das mais movimentadas do Centro do Recife, onde o gerente de uma das lojas, Ranilson Dornelas, contabilizava prejuízo de mais de 100% nas vendas. “O comércio do centro já vem sofrendo com fortes quedas nas vendas, devido aos feriados, insegurança e abandono do centro”, lamentou ele. 

Fora o prejuízo financeiro das vendas, Ranilson explicou que apenas 50% dos funcionários chegaram para o trabalho. “Dispensamos os funcionários que moram longe, e os mais próximos foram liberados para utilizar uber e táxi”, contou, completando que a sexta-feira é um dos dias mais esperados pelos lojistas.

Apesar de afirmar que pelo menos a metade das lojas do centro do Recife está fechada, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) Recife não vê a paralisação com tanto pessimismo. Segundo o Diretor Executivo da entidade, Fred Leal, muitos lojistas de shoppings e bairros afastados devem comemorar as vendas. Para ele o prejuízo será mais para os comerciários. “Não tem vendas, não tem dinheiro”, explica em referência às comissões sobre a comercialização dos produtos. 

Circulando pelas ruas do centro Fred confirma que muitas lojas ainda não foram abertas, porque o grande público depende do transporte coletivo. “Parando o transporte coletivo, o comércio é diretamente afetado. Mas creio que ao longo do dia comece a reagir assim que os ônibus voltem a circular”, diz esperançoso, acrescentando que as grande lojas estão abrindo normalmente. E adianta que o comércio vai funcionar normalmente no fim de semana. “Sábado e domingo todos os shoppings estarão aberto e as grande lojas do centro também”, disse. Já no feriado do trabalhado o comércio fica totalmente fechado.
Banner

Posta Comentarios: