CATEGORIAS

Recentes

Destaques

Menu de Navegação

Ceni admite frustração após quedas, mas vê São Paulo evoluindo


Há praticamente cinco meses atuando no cargo de técnico do São Paulo, Rogério Ceni não está surpreso com a rotina da nova função e nem com a pressão à qual é submetido. Ansioso por títulos, o ídolo tricolor admite ter se decepcionado pelas recentes eliminações para Cruzeiro e Corinthians na Copa do Brasil e no Campeonato Paulista, respectivamente.

“Muito parecido com o que idealizei. A única diferença é que você não consegue entrar no campo. Está sendo altamente satisfatório participar dessa função. Acho que a gente cria muita expectativa de título e vitória a todo tempo, e nem sempre você consegue entregar isso, isso te frustra um pouco. Como treinador você assume os demais, a maior parte da responsabilidade. É uma frustração”, revelou.

Se ainda não conseguiu levantar um troféu de torneio oficial como técnico, Ceni ostenta bons números à frente do clube do qual é o maior ídolo. Em um total de 25 partidas disputadas no ano, o São Paulo tem um aproveitamento de 61%, com 11 vitórias, 10 empates e quatro derrotas. Contabiliza ainda 44 gols marcados e 30 sofridos, com um saldo satisfatório de 14 tentos.

Duas dessas quatro derrotas foram por 2 a 0 para Corinthians e Cruzeiro, no Morumbi. Resultados que deixaram a situação da equipe comprometida no Paulistão e na Copa do Brasil. Nos jogos de volta, o Tricolor bateu a Raposa por 2 a 1, no Mineirão, e empatou com o arquirrival por 1 a 1, em Itaquera, o que não foi suficiente para levar o clube adiante nas competições.

O técnico, contudo, se baseia na atuação em Belo Horizonte para traçar o nível que almeja em sua equipe para o restante da temporada. “Em compensação, a evolução que a gente vê no dia a dia, o aprendizado, e a gente consegue cada vez mais lidar melhor nos treinamentos, como se portar, a equipe no campo, variações. Mas pelo que tracei, talvez por ter vivido no campo também, é muito próximo do que imaginei”, avaliou.

O lado positivo das eliminações é que Rogério Ceni terá até 11 de maio para fazer os ajustes necessários no time, um período raro de treino em meio à temporada. Nesta data, o São Paulo enfrentará o argentino Defensa y Justicia, no Morumbi, pelo duelo de volta da primeira fase da Copa Sul-Americana. Três dias depois, estreará no Campeonato Brasileiro, diante do Cruzeiro, no Mineirão.

“Claro que todos ficam tristes após uma eliminação. Ainda mais quando temos números favoráveis, como foi no caso do Cruzeiro, no Mineirão, onde faltou pouco para a classificação. Mostra que temos de evoluir, tirar o máximo do nosso elenco, para um jogo complicado no dia 11, e depois começamos o Campeonato Brasileiro, que é uma final a cada rodada, para quem quer ser campeão”, concluiu.
Banner

Posta Comentarios: