CATEGORIAS

Recentes

Destaques

Tecnologia do Blogger.
Menu de Navegação

eleição de presidente da Câmara de Arcoverde terá voto aberto

Com o objetivo de dar transparência e inibir as negociatas entre parlamentares e governo com o objetivo de eleger a presidência da Casa Legislativa, os vereadores de Arcoverde acabaram com o voto secreto para a escola do presidente. O Projeto de Resolução de autoria da vereadora Célia Cardoso (PSB), e subscrito pelos demais vereadores, alterou o Art. 14 do Regimento interno na Casa James Pacheco, instituindo o voto em aberto para presidente da Câmara Municipal. A intenção da vereadora foi acabar com as negociações para escolha do chefe do poder legislativo.

Durante a justificativa em defesa do projeto de resolução, a vereadora Célia Cardoso ressaltou o fim das negociatas para a escolha do chefe do poder legislativo: “Temos que moralizar o poder legislativo. Não é admissível que um parlamentar se lance candidato e negocie os votos para se eleger por R$ 50, R$ 60 ou R$ 70 mil. A eleição agora será aberta e quem quiser fazer as suas negociatas terá de mostrar a cara”, disse a vereadora socialista reeleita para seu 8º mandato.

Com a decisão, o Art. 14 do Regimento Interno da Casa James Pacheco fica com a seguinte redação: “Para o biênio da legislatura, a eleição dos membros da Mesa far-se-á por maioria simples, presente a maioria absoluta dos vereadores, assegurando-se o direito do voto inclusive aos candidatos a cargo da Mesa, utilizando-se o voto aberto ou por aclamação”.

Fonte: a folha das cidades 
Banner

Posta Comentarios: