CATEGORIAS

Recentes

Destaques

Tecnologia do Blogger.
Menu de Navegação

Candidatas vão poder gastar até R$ 154 mil na campanha


Na cidade aonde duas mulheres (Nerianny e Madalena) vão disputar o voto dos eleitores e aonde a campanha da candidatura oficial promete ser uma das mais caras, o Tribunal Superior Eleitoral limitou em R$ 154.299,74 os gastos de candidatos a prefeito em Arcoverde, no Sertão de Pernambuco, nas Eleições 2016. O município não tem segundo turno. Para vereadores, o máximo permitido é de R$ 45.880,10.

O teto de orçamentos das campanhas foi divulgado nesta quarta-feira (20). Segundo o Tribunal, há 44.218 mil pessoas aptas a votar em Arcoverde.

No município de Buíque, com 38.492 eleitores aptos a votar, os gastos foram limitados a R$ 172.003,57 para campanhas de prefeito e R$ 14.981,26 para campanhas de vereador. Na cidade da Pedra, os valores são de R$ 108.039,06 (prefeito) e R$ 10.803,91 (vereador). Já em Sertânia, aonde existem 25.913 eleitores aptos a votarem, os gastos de campanha em 2016 estão limitados a R$ 242.558,29 para prefeito e R$ 15.580,51 para vereador.

O TSE atualizou os valores de acordo com a variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O índice de atualização dos limites máximos de gastos foi de 33,8%, o que corresponde ao INPC acumulado de outubro de 2012 a junho de 2016.

As tabelas com os limites de gastos foram publicadas no Diário de Justiça Eletrônico do TSE e podem ser acessadas no site.

Para os municípios de até 10 mil eleitores e com valores fixos de gastos de R$ 100 mil para prefeito e R$ 10 mil para vereador, o índice de atualização aplicado foi de 8%, que corresponde ao INPC acumulado de outubro de 2015 a junho de 2016, já que esses valores fixos foram criados com a promulgação da lei nº 13.165, de 2015.
Banner

Posta Comentarios: